Homem é preso suspeito de matar o próprio cachorro após ele morder a filha, em Aparecida de Goiânia

 

Foto: Polícia Militar/Divulgação

Um ajudante de motorista de 29 anos foi preso suspeito de matar um cachorro no Parque Itatiaia, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. Segundo a Polícia Civil, o suspeito disse em depoimento que matou o animal após ele morder uma das filhas dele.

O nome do investigado não foi divulgado. Por isso, o G1 não conseguiu contato com a defesa dele.

O crime aconteceu no último sábado (21). O suspeito foi abordado por policiais militares em uma mata próxima à casa dele. No local, segundo a corporação, ele tentava descartar o corpo do animal, que estava dentro de um saco plástico.

A Polícia Militar informou que o cachorro pertencia à família do investigado e que foi encontrado com sinais de facadas.

“Ele nos disse que matou o animal a pauladas, mas não com uma faca. Mas, a versão foi desmentida pela esposa que entregou a faca do crime aos policiais”, disse o aspirante da PM Diego Moura.
Segundo o delegado responsável pela investigação do caso, Divino Batista, ele vai responder por maus-tratos a animais. Se indiciado e condenado, a pena pode chegar a 5 anos de prisão.

“Ele disse que matou o cachorro pois ele havia mordido um de suas filhas. Ainda vamos ouvir a esposa e também as filhas. Nosso trabalho agora é investigar o que realmente aconteceu e se a versão dele está certa”, disse o delegado.

Fonte: G1