Lutador filmado dando socos na ex-mulher é preso em Morrinhos


O lutador de muay thai Fernando Henrique Cardoso da Silva, de 44 anos, filmado dando um soco na ex-mulher em Morrinhos, na região sul de Goiás, foi preso nesta terça-feira (2). Câmeras de segurança registraram a agressão contra a vendedora Milana Mirely Silva, de 25 anos, em frente em a uma distribuidora de bebidas.
Em nota, o advogado Tiago Cruvinel, responsável pela defesa de Fernando Henrique, informou que busca a revogação da prisão preventiva do acusado para que ele possa responder ao processo em liberdade. Disse ainda que Fernando está arrependido e que, “de forma inconsciente, impelido por uma forte emoção, agiu repelindo uma injusta provocação”.
A defesa também afirmou que Fernando Henrique tem colaborado com as investigações, é réu primário e tem residência fixa (veja nota na íntegra ao final).
A agressão aconteceu no dia 11 de janeiro deste ano. A vendedora é ex-mulher do lutador e estava acompanhada do atual namorado na ocasião. O rapaz também foi agredido.
Segundo a jovem, Fernando a agrediu por não aceitar o fim do relacionamento. De acordo com a vendedora, os dois foram casados por seis anos. Ela conta que o ex-marido sempre foi muito ciumento e já a agrediu outras vezes.
"Ele chegou na mesa e falou que eu era muito corajosa de estar ali. Quando eu vi, ele já estava indo agredir meu namorado. Depois, eu só senti a pancada no rosto. Ele já falou que, se eu não ficar com ele, eu não vou ficar com mais ninguém. Terminei com ele justamente porque eu não aguentava mais apanhar", disse.
Por conta do soco, Milana ficou com o rosto inchado e com o olho roxo. Após a agressão, a jovem procurou um hospital na cidade, onde passou por uma tomografia que mostrou que ela teve um traumatismo facial. Ela não precisou ficar internada.
*Lutador indiciado*
Fernando Henrique foi indiciado, no dia 15 de janeiro, pelos crimes de injúria, ameaça e lesão corporal. O pedido de prisão cautelar foi deferido pela Justiça na tarde de segunda-feira (1°).
O advogado da vítima, Murilo Falone, informou, em nota, que recebeu "com satisfação" a notícia da prisão de Fernando Henrique e disse acreditar em uma "resposta rápida do Poder Judiciário contra esse tipo de agressor de mulheres".
*Nota da defesa*
"A defesa técnica do acusado Fernando, esclarece que compareceu no Distrito Policial um dia após os fatos, dando declarações e esclarecimentos sobre o ocorrido, na ocasião, se prontificou a atender todas exigências e determinações judiciais que já foram imputadas (medida protetiva) em seu desfavor, Fernando declara que está arrependido, diz que, de forma inconsciente, impelido por uma forte emoção, agiu repelindo uma injusta provocação, afirma a defesa de Fernando, que é primário, tem bons antecedentes, residência fixa, e que está a disposição e prontidão da autoridade Policial e Judicial, mesmo diante de tais esclarecimentos, a autoridade policial pediu sua prisão, a defesa busca a revogação da prisão preventiva do acusado, busca suscitar todos predicados legais para responder o processo em liberdade, e que todos fatos serão esclarecidos no deslinde do processo".




Fonte: G1