Menina de 10 anos revela em mensagens que foi estuprada pelo avô; Polícia investiga

 


Uma menina de apenas dez anos usou mensagens e um vídeo feito no celular para revelar para amigas que foi abusada sexualmente pelo avô paterno. O caso ocorreu na cidade de Itacoatiara, a 176 km de Manaus, no Amazonas. A mãe da menina tomou conhecimento do crime por meio de familiares de uma amiga da criança. O caso foi registrado na delegacia da cidade no dia 5 de março.

De acordo com o jornal "Em tempo", a menina e a irmã de 6 anos estavam passando uma temporada com o pai, que tinha a guarda compartilhada das crianças. Em mensagens enviadas para amigas, a menina relatou que o avô tocava suas partes íntimas e a ameaçava dizendo que ia “fazer bem pior”, caso ela contasse para alguém o que ele fazia. Ela também gravou um vídeo relatando o que sofria e compartilhou com amigas em uma rede social. A mãe da criança foi informada sobre a gravação, e fez a denúncia em seguida.

De acordo com a Polícia Civil do Amazonas, após o registro de um boletim de ocorrência, o delegado Paulo Barros, titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Itacoatiara, solicitou a realização de exames de conjunção carnal para a criança. No dia 6 de março, o caso foi encaminhado ao Conselho Tutelar do município e ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) para atendimento e acompanhamento social e psicológico. No total, dez testemunhas foram ouvidas pelos investigadores.

Após o fim da fase de depoimentos, a delegacia informou que aguarda apenas os laudos oficiais dos exames médicos requisitados e do laudo psicossocial a ser realizado pelo Conselho Regional de Serviço Social (Creas) para juntar ao inquérito.

"A DEP de Itacoatiara está investigando o fato, a fim de que tenha elementos de informação suficientes para análise da necessidade de eventual pedido de medida cautelar e, por fim, para o encaminhamento do caso ao Poder Judiciário, para necessário processamento e julgamento do feito", diz a nota.

Fonte: G1