Mulher e filho de 9 anos são mortos á facadas por vizinho, após reclamarem de som alto

 

Foto: Reprodução

Uma mãe e o filho dela morreram esfaqueados na madrugada desta segunda-feira (08), no bairro da Água Rasa, na Zona Leste de São Paulo. O suspeito de cometer o crime é um vizinho das vítimas, de 18 anos, que foi detido pela PM (Polícia Militar) quando tentava fugir do local. A motivação do crime seria uma discussão ocorrida ontem entre a mulher e o vizinho em razão do som alto e uso de drogas por parte do suspeito. De acordo com informações da polícia, o vizinho teria danificado duas câmeras de segurança da residência e quebrado a janela da sala para conseguir entrar no local. No espaço, jogando videogame, estaria o menino, de 9 anos, que foi esfaqueado pelo suspeito.

Já a mãe da criança, de 48, estaria no andar superior e desceu as escadas para conferir o que estava acontecendo na sala e também foi atingida pelos golpes da arma branca. A mulher morava sozinha com o filho. O suspeito teria tentado fugir pelos fundos da residência após praticar o crime, mas foi detido em flagrante pela polícia. O homem foi levado ao hospital em razão dos ferimentos causados quando ele tentava entrar na casa e durante a fuga. Segundo apurado pela equipe pela equipe de reportagem, a mulher e o vizinho teriam discutido ontem devido ao som alto na rua e pelo uso de drogas por parte do suspeito. Os moradores da região ainda falaram que o jovem teria esquizofrenia e sofria com episódios de epilepsia há alguns anos. O pai do suspeito, que era socorrista de ambulância, teria morrido há cerca de cinco meses por covid-19.

Fonte: R7