Suspeito de estuprar enteada dos 8 aos 12 anos é preso em Goiás

 

Foto: Divulgação/Polícia Civil

À polícia, vítima, que atualmente tem 14 anos, disse que chegou a ser dopada. Padrasto, de 38 anos, teria abusado da menina durante quatro anos.


Um homem de 38 anos foi preso suspeito de estuprar a enteada durante quatro anos, em Água Fria de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a vítima disse à Polícia Civil, ela foi abusada dos 8 aos 12 anos, e chegou até a ser dopada pelo padrasto.

A equipe de reportagem, não conseguiu localizar a defesa do suspeito, pois o nome dele não foi divulgado pela corporação.

A operação que resultou na prisão do suspeito aconteceu na última quinta-feira (25) e recebeu o nome de “Operação 1989”, por ser o ano em que a Organização das Nações Unidas (ONU) promulgou a Declaração dos Direitos da Criança.

Após a denúncia, uma perícia constatou que houve os abusos sexuais, segundo a Polícia Civil. Aos policiais, a vítima, que atualmente tem 14 anos, disse que os abusos eram frequentes.

Após conseguirem um mandado de prisão preventiva, deferido pelo Poder Judiciário, policiais do Distrito Policial de Alto Paraíso realizaram diligências por cerca de 8 horas, percorrendo mais de 200 km na zona rural, até prendê-lo.

Além disso, a PC também cumpriu um mandado de busca e apreensão em desfavor do suspeito, onde a equipe colheu elementos que apontam que o autor também teria abusado de outras duas crianças.

O homem foi encaminhado ao presídio da cidade, e pode responder por estupro de vulnerável. A pena para o crime chega a 15 anos.

Fonte: G1