Tatá Werneck é criticada após pedir orações para Paulo Gustavo

 

(Foto: Reprodução/Instagram)

Desde quando Paulo Gustavo foi internado com Covid-19, Tatá Werneck mobilizou uma corrente de orações para o amigo. Nesta segunda-feira (22), após anunciar que rezará o terço, a apresentadora foi criticada por seguidores que não entenderam a campanha.

Um homem falou que Tatá agiu com "falta de respeito" ao dar tanta atenção para o artista. "Existem várias pessoas precisando de oração. Acho até falta de respeito que você peça para as pessoas se mobilizarem para orar por um homem que tem acesso ao melhor tratamento médico do país enquanto tem gente morrendo que só recebe uma receita de cloroquina na porta do hospital", escreveu ele.

Chateada, a apresentadora lembrou que tem o costume de rezar o terço independente da situação. "Querido, não quer ajudar não atrapalha. Eu ponho TODOS OS DIAS NOS STORIES pedidos de orações. Agora não posso pedir pelo meu amigo?", rebateu ela.

Antes da crítica, Tatá havia publicado um vídeo para convidar seus seguidores a participarem do momento de fé. "A gente vai emanar uma energia de fé poderosa que vai chegar no Paulo e em todas as pessoas que estão doentes. A fé é uma arma poderosa, eficaz e gratuita. Cada um na sua religião, todas são legítimas, para um pouquinho e reza", pediu a global.

Muitas pessoas elogiaram a postagem de Tatá, mas ela não escondeu o quanto ficou chateada pelos julgamentos. "Até com pedido de oração as pessoas polemizam. Posto orações nos stories todos os dias. É para rezar para todos", justificou.

Paulo Gustavo foi sedado e intubado. O marido dele, Thales Bretas, desabafou nas redes sociais sobre o momento difícil e pediu para todos se cuidarem. "Agradeço aqui a todos e peço que continuem orando que a cura tá chegando! E orem por todos com Covid, que essa doença não é nem nunca foi uma gripezinha", publicou.

Fonte: O Fuxico