Após quedas consecutivas, preços dos combustíveis voltam a subir nas bombas

 


Após 4 semanas consecutivas de queda, preços dos combustíveis voltaram a subir nas bombas.

Segundo monitoramento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, a ANP, o motorista pagou, em média, 5 reais e 44 centavos o litro da gasolina comum entre os dias 18 e 24 de abril.

Quase dois centavos a mais do que o preço médio registrado na semana imediatamente anterior.

O litro do diesel também ficou, em média, dois centavos mais caro. Pelo litro do combustível usado principalmente por caminhões, o motorista pagou 4 reais e 20 centavos, na semana encerrada em 24 de abril, contra 4 e 18 pagos na semana que terminou em 17 de abril.

Já o avanço do preço do etanol foi um pouco maior. O litro do combustível passou de 3 e 76 para 3 e 81, em números arredondados. 5 centavos a mais.

Vale lembrar que, para ser mais vantajoso, o etanol deve custar até 70% do preço da gasolina.

Considerando os valores médios apurados pela ANP na semana passada, 5 e 44 pelo litro do da gasolina e 3 e 81 pelo litro do etanol, foi mais vantajoso abastecer com etanol.