Caixa também poderá antecipar saques e transferências das próximas parcelas do auxílio emergencial

 


Beneficiários do auxílio emergencial, que não recebem o Bolsa Família, poderão sacar ou transferir a primeira parcela em 30 de abril.

O dinheiro foi depositado no último dia seis para os nascidos em janeiro e a retirada só poderia ser feita a partir de quatro de maio, mas a Caixa antecipou o calendário.

O presidente da instituição, Pedro Guimarães, sinalizou que as três últimas parcelas do benefício também poderão ter os saques liberados mais cedo.

Mas a decisão só deverá ser tomada se, após a divulgação do calendário, a dinâmica de pagamentos transcorrer sem contratempos no aplicativo ou sem filas nas agências,

Para o trabalhador informal que nasceu em fevereiro, depópsito desta primeira etapa na Poupança Social da Caixa ocorreu em nove de abril, e o dinheiro poderá ser sacado ou transferido em três de maio.

O calendário antecipado de saques vai até 17 de maio e as liberações são feitas de acordo com o mês de aniversário do beneficiário.

No domingo, 18 de abril, o governo depositou os valores dos nascidos em junho.

O próximo pagamento será na terça-feira, para os beneficiários que aniversariam em julho.

Este ano as parcelas do auxílio emergencial têm três valores diferentes: 150 reais para famílias com apenas uma pessoa, 250 reais para famílias com duas pessoas ou mais e 375 reais, para mães chefes de família.