Cantora e influencer Livvia Bicalho é assassinada em apartamento; Namorado é o principal suspeito

 

Foto: Reprodução/ Instagram

A cantora e influencer digital Livvia Bicalho, de 37 anos, foi encontrada morta no apartamento em que morava com o namorado, no bairro JK, em João Monlevade, na região Central de Minas, na tarde desta quarta-feira (21). No mesmo local, o companheiro dela, Rafael Ribeiro Pinto, de 39 anos também foi encontrado morto. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de feminicídio seguido de suicídio.

Testemunhas relataram à Polícia Militar, que, por volta das 13h, ouviram disparos semelhantes aos de arma de fogo, após uma briga entre o casal, no apartamento em que a influencer morava com o companheiro.

Informações policiais dão conta que a mulher estava com perfurações na cabeça, possivelmente causadas por arma de fogo. O homem também tinha uma perfuração no rosto. No local foram apreendidos uma arma de fogo, além de munições e aparelhos celulares. 


Segundo a Polícia Civil, os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de João Monlevade, onde passam por exames. O material apreendido no local do crime é periciado pela Polícia Civil.

'Com base nos elementos levantados até o momento, trabalhamos com a hipótese de eventual feminicídio seguido de suicídio, o que deverá ser confirmado ou não no curso das investigações', informa a Civil.

Relatos publicados em redes sociais e publicações em portais de notícias de João Monlevade e região dizem que a mulher havia se mudado para o apartamento do namorado há poucos dias. O relacionamento da influencer com Rafael começou há poucos meses, ainda conforme as publicações.

Livia Gicelle Bicalho Domingues, a Livvia Bicalho é natural de Nova Era, região Central de Minas, e se tornou muito conhecida na região como cantora e, nos últimos anos, como influenciadora digital. Ela tinha quase 90 mil seguidores no Instagram e publicava dicas de moda, produtos de beleza, marketing digital, decoração e viagens.

A influenciadora deixa dois filhos, uma criança, de 9 anos, e uma jovem, de 19.

O suspeito de ter matado a namorada de uma família muito conhecida na cidade. Rafael Pinto é filho do empresário Nilo Ferreira Pinto, que segundo moradores de João Monlevade relataram à reportagem de O Tempo, é conhecido como Nilo da Brahma.

Repercussão

A morte de Livvia teve grande repercussão em João Monlevade. A presidente da Fundação Casa de Cultura da cidade, Nadja Lírio, comentou o caso nas redes sociais. “Hoje uma monlevadense foi roubada de nós. Uma mulher, uma artista, uma mãe, irmã e filha. A Fundação Casa de Cultura de João Monlevade declara sua solidariedade e apoio a todos que amaram Livvia Bicalho. Livvia não será esquecida. Sua música e memória permanecerão”, publicou.

Outra mensagem sobre a morte de Livvia dizia: ''A Livvia merecia mais tempo, merecia sorrir mais vezes, sorrir pro mundo, e sorrir sozinha. Trabalhar, curtir o crescimentos dos filhos. É terrível que a sua vida tenha sido tirada, que tragédia, meu Deus. Que tragédia". A mensagem é de Ana Clara Bicalho, que não identificou qual parentesco tinha com a vítima, mas, trocou a foto do perfil no instagram por uma imagem preta, em sinal de luto. 

O jornalista Erivelton Braz, de 38 anos, acompanhou a trajetória de Livvia desde 2005 na música, e também nas redes sociais, como influenciadora. "Era uma pessoa muito alegre, muito leve, sorridente e atenciosa. Nas entrevistas, ela sempre destacava os fãs e retribuia o carinho que ela recebia. Em uma das últimas entrevisas que fizemos, em 2020, Livvia disse que estava com saudade dos palcos e do público", disse.

Durante a pandemia, com as medidas restritivas, Livvia passou a investir nas redes sociais. Em outubro de 2020, ela, inclusive ganhou um prêmio na cidade como umas das 100 celebridades digitais mais relevantes de Monlevade.  "Essa notícia da morte foi um choque para todos. Ela era muito querida e conhecida na cidade. O namorado dela também era uma pessoa muito conhecida e querida.", comentou Braz.

Vida pública

Em 2020, Livvia foi candidata a vereadora, mas, acabou não ganhando o pleito. No mesmo ano, ela participou da gravação de um jingle da campanha eleitoral do prefeito eleito de João Monlevade,  Laércio José Ribeiro (PT).

Corpos

Os corpos de Livvia e de Rafael foram liberados do IML por volta das 18h da quarta-feira. O resultado dos exames periciais, no entanto não havia sido liberado até às 21h da quarta-feira (21), segundo informações da Polícia Civil. 

Velórios

Livvia Bicalho será velada em Nova Era, cidade Natal da cantora e influenciadora. A cerimônia será de 9h às 12h, no Cemitério Municipal da cidade.

O velório de Rafael, suspeito do homicídio, será de 9h às 12h, no Cemitério da Nossa Senhora da Paz, em Ipatinga, na região do Rio Doce. 

Fonte: O Tempo