Desemprego na pandemia é maior entre jovens e pessoas sem ensino médio completo

 


Jovens entre 18 e 24 anos foram os mais prejudicados pelo desemprego provocado pela pandemia de Covid-19.

A taxa de desocupação subiu de quase 24 POR CENTO nos últimos quatro meses de 2019 para 30 POR CENTO no mesmo período do ano passado.

Os dados, divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) na quarta-feira, indicam que mais de QUATRO MILHÕES de pessoas dessa faixa etária estão em busca de emprego.

O desemprego foi maior entre os que não completaram o ensino médio.

Já para aqueles que concluíram o ensino superior a abertura do mercado de vagas segue em alta de quase CINCO POR CENTO na comparação do período nos dois últimos anos.

A pesquisa também revela que a taxa de desocupação foi maior para mulheres – 16 POR CENTO – em relação à dos homens, que ficou em 12 POR CENTO.

Agência Brasil