Motorista de app morre atropelado ao colocar combustível em carro durante corrida na GO-070, em Goiânia

 

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Casal de clientes que estava no carro não se feriu. Eles contaram à polícia que o impacto foi tão forte que o corpo do motorista foi arremessado a cerca de 20 metros. O Corpo de Bombeiros fez o socorro no local e levou o jovem para o hospital com vida, mas ele não resistiu aos ferimentos.


O motorista de aplicativo Walisson Thiago Bastos, de 31 anos, morreu atropelado enquanto colocava combustível no tanque do carro, no acostamento da GO-070, em Goiânia. O acidente aconteceu na tarde de sábado (17). Segundo o boletim de ocorrência, o motorista que atropelou Walisson fugiu sem prestar socorro.

Um casal de clientes estava no carro, mas não sofreu ferimentos. O motorista foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com vida, mas morreu em um hospital de Goiânia.

Os clientes relataram aos policiais que Walisson Bastos estacionou no acostamento da rodovia ao ficar sem combustível. O posto mais próximo estava a 200 metros. Ele conseguiu uma bicicleta emprestada com uma pessoa na rua e foi comprar combustível.

Enquanto enchia o tanque, com parte do corpo na rodovia, outro carro passou e atropelou Walisson. O boletim de ocorrência narra que o veículo estava em alta velocidade. A Polícia Militar fez buscas nos proximidades, mas não localizou o veículo.

O casal estava dentro do carro no momento do acidente e não conseguiu identificar o outro veículo. As testemunhas disseram que o impacto foi tão forte que Walisson foi arremessado a cerca de 20 metros, conforme consta no boletim de ocorrência.

Segundo a Polícia Civil, o dono do carro que atropelou e matou o motorista pode responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Fonte: G1