Mãe e padrasto são presos em Itumbiara por agredir criança em Minas Gerais

 

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Crime ocorreu em 2014 e, na época, vítima tinha 1 ano de idade. Após serem condenados por lesão corporal, Polícia Civil cumpriu mandados de prisão nesta segunda-feira.


Uma mãe e um padrasto foram presos na manhã desta segunda-feira (3) em Itumbiara, no sul de Goiás, após serem condenados por lesão corporal a uma criança. Na época do crime, que ocorreu em 2014, em Uberlândia, em Minas Gerais, a vítima tinha 1 ano de idade.

O G1 não conseguiu localizar as defesas dos presos, pois os nomes deles não foram divulgados pela corporação.

Segundo a Polícia Civil de Goiás, os mandados de prisão definitiva foram expedidos pela Justiça de Uberlândia. De acordo com o delegado Irineu Pesarini, os policiais do 1° DP de Itumbiara deram cumprimento nos mandados nesta manhã.

“O crime aconteceu em Minas Gerais, lá foi feita a ocorrência, e lá transcorreu até agora, quando saiu a sentença condenatória e nós demos cumprimento, já que os dois estavam residindo aqui em Itumbiara”, disse o delegado.

Segundo a Polícia Civil, os presos foram condenados pelo crime de lesão corporal no âmbito doméstico, com a pena de cinco anos e quatro meses, em regime fechado de prisão.

“A princípio, o caso foi apurado como estupro, a criança foi levada ao hospital e teria sofrido alguma violência, e agressões, mas o estupro foi desqualificado e eles foram julgados por lesões corporais”, disse.

O padrasto foi preso e levado ao presídio da cidade, e a mulher encaminhada ao presídio feminino na cidade de Corumbaíba, no sudeste de Goiás.

G1